sábado, 21 de setembro de 2013
Passei todos os momentos da minha vida até hoje escrevendo. Escrevendo sobre, meu dia a dia; eu escrevia o que havia em meus pensamentos, aquilo que dominava minha mente era irresistível à colocar em um papel. Não sei o porque mas sempre me expressei com palavras. "Todo mundo precisa de algo pra expressar-se." Já relatei de nada à tudo, de tudo à nada, mas sinto hoje, a vontade de falar sobre 'amor'. Por isso vou falar de uma história, que eu conheço de trás pra frente, literalmente. A história começa em dias frios, mês de junho. Acho que assim como o inverno, eu também estava fria. Peço-lhe perdão por todos os erros que cometi à ti e todos que posso cometer. "Jesus perdoou porque amou." Não estou aqui pra falar de traições, brigas, enfermos e infortúnios. Mas para poder relatar daquilo que sinto. Me expresso tanto em escrita que talvez saiba de todos os meus pensamentos, mas quero atualizar e os re-relatar. porque não é alienação minha dizer que tu, meu exímio, foi o melhor acontecimento de minha vida, e eu jamais vou deixar você ir embora, petiz. De veras, é bom demais estar ao teu lado. Nós nos conhecemos e nos tornamos um só em um tempo relativamente muito curto. Nós nos respeitamos, passamos por momentos chatos, confusos, de lágrimas, e raríssimos de minímas discussões, mas comparados com aqueles nossos momentos maravilhosos que me dão brilho nos olhos só de lembrar, não são absolutamente nada. Ciúmes que chegam ser até mesmo ‘obsessivos’ - não tão exageradamente - faz parte de um namoro assim como o nosso. Rir, rir, rir e rir da minha cara, da sua cara, das nossas caras. Do seu jeito largado de andar e o meu categórico-desastroso. Minha honestidade se limita. Não nego abundâncias, mas minha humildade vem de aceitar o fato de eu ser completamente sua!
Texto redigido pela autora do blog, postado em 28 de maio de 2012 em seu "Tumblr" particular.

Seguidores

Fan Page

Siga por e-mail

Instagram

Contagem

Tags

Páginas

Categorias

Tecnologia do Blogger.

Minha lista de blogs